Últimas

Sancionada a Lei que declara Utilidade Pública a Associação em prol de autistas


O Prefeito de Ji-Paraná, Marcito Pinto (PDT), sancionou a lei Municipal nº 3289 que declara de utilidade pública a Associação de Pais e Amigos dos Autistas (Amaji). A lei foi aprovada por unanimidade pelos vereadores na última semana.

A declaração permite que a Associação seja incluída na relação de benefícios fiscais e celebração de convênios com o poder público ou empresas para recebimento de recursos financeiros.

Para o prefeito Marcito Pinto, a decisão foi muito importante para dar condições de estruturação para a Amaji, que tem feito um sério trabalho em Ji-Paraná.

“Hoje temos o Centro Municipal de Atendimento Educacional Especializado para Autismo com excelentes profissionais e o apoio importante dos pais. É um trabalho que tem sido referência para outros estados. Atendemos crianças do ensino infantil e fundamental. Com a declaração de utilidade pública da Amaji, a associação poderá ampliar esse trabalho no município, em parceria com o poder público. Precisamos somar forças”, explicou o prefeito.

O presidente da Câmara de Vereadores, Affonso Cândido, autor da projeto de Lei, garantiu que o Legislativa dará todo apoio a Amaji neste processo de estruturação. “É com grande alegria que dou a minha contribuição para a causa dos autistas. Sei das lutas dessas abnegadas mães, pais, tios e tias, avós e amigos dos autistas de Ji-Paraná”, afirmou Affonso Cândido em pronunciamento após aprovação unânime.

De acordo com o presidente da Amaji, Adilson Paiva, a entidade sem fins lucrativos tem hoje com 43 associados e uma relevância grande para a sociedade.

“Ficamos muito felizes em ver nossa luta sendo reconhecida. Agora temos o amparo legal para buscar recursos municipal, estadual e federal. O Governo do Estado teria a obrigação de atender os jovens com mais de 14 anos, que encerram o atendimento no Centro Municipal de Autismo, mas infelizmente isso não acontece. Eles acabam indo para casa, o que interrompe o desenvolvimento que tiveram até então”, explicou.

A sede da Amaji será construída no próximo ano em um terreno doado para a associação, no bairro Jardim Presidencial III, na Rua das Pedras. Os Pais e Amigos dos Autistas têm buscado parcerias pra dar continuidade ao trabalho da Prefeitura.

“Queremos oferecendo a socialização com cursos profissionalizantes para os autistas e capacitação e apoio para as famílias. Nosso objetivo é construir um jardim sensorial e uma piscina para que façam hidroginástica e natação, o que colabora e muito para o desenvolvimento”, finalizou Adilson Paiva.

Decom