Últimas

Ji-Paraná se destaca na implantação do Selo Unicef


A Prefeitura de Ji-Paraná, aderiu as ações para implantação do Selo Unicef, que é promovido pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância. São diversos programas e políticas públicas que devem ser adotadas pelo gestor municipal, voltadas à redução das desigualdades e à garantia dos direitos das crianças e dos adolescentes.

Na última avaliação, realizada pelo Fundo das Nações Unidas, Ji-Paraná foi destaque sendo o município de Rondônia que obteve os melhores resultados alcançados nas comprovações das metas instituídas pelo Unicef.

Dentre as principais ações que Ji-Paraná está implantando, estão os programas, Busca Ativa Escolar que visa identificar crianças e jovens que não estão estudando e trazê-los para sala aula, com público alvo de 04 até 17 anos; o programa Trajetória de Sucesso que tem a finalidade de corrigir distorções entre a idade escolar e a série cursada; promoção de ações e campanhas de sensibilização contra o racismo; instituição da Semana do bebê que promove uma série de atividades voltadas a fase da primeira infância, agregando a importância da vacinação para a prevenção de doenças, alimentação saudável, desenvolvimento emocional dos bebês e fortalecimento do vínculo afetivo; oferecer serviços integrados de atendimento e apoio às crianças e adolescentes vítimas de violência.

O Prefeito Marcito Pinto ressaltou que ao participar do Selo UNICEF, o município de Ji-Paraná assumiu o compromisso de elaborar e implantar um Plano Municipal de Ação para enfrentar os principais problemas que afetam crianças e adolescentes, especialmente àquelas que estão em situação de vulnerabilidade social.

Já a Secretária Municipal de Educação, Edilaine Nogueira, explicou que todas as ações acontecem integradas com as secretarias de Educação, Saúde, Assistência Social, Cultura, Meio Ambiente e Esporte. “Todas essas secretarias estão trabalhando em conjunto buscando desenvolver e implementar esses programas. A ideia central do Selo Unicef é justamente a de união de esforços dos setores públicos, com envolvimento da sociedade, para que a infância e a adolescência sejam prioridade nos investimentos públicos.

Todas essas ações são avaliadas por período de quatro anos, e os municípios que conseguirem apresentar avanços reais e positivos no final desta avaliação recebem uma certificação com o Selo do Unicef, como se fosse um atestado de que a cidade conseguiu reduzir desigualdades sociais e manter políticas públicas que são referências quanto aos direitos das crianças e adolescentes.

Estão aptos a participar da atual edição do Selo UNICEF, mais 2.300 municípios de 18 estados brasileiros, essas regiões segundo as Nações Unidas, concentram a maior parte dos meninos e meninas excluídos ou em condições de vulnerabilidade social.

Para a certificação do município com o Selo Unicef, é avaliado o desempenho de diversos  indicadores nas áreas de saúde e educação, além índices que indicam melhorias no impacto Social e Gestão de Políticas Públicas.

Decom