Últimas

Acre quer promover Feiras de Negócios


A 8ª Rondônia Rural Show Internacional fechou R$ 703.588.488,00 milhões em negócios, com a presença de 120 mil pessoas durante os quatro dias da feira. A influência do evento é abrangente. No Acre, por exemplo, a cultura da feira é um estímulo para o crescimento do segmento agropecuário.

Segundo o gerente geral da CrediSIS CapitalCredi, Léo Paschoal, no Acre prevalecem as feiras com shows, diferente da Rural Show, onde o mote são os negócios. “O agronegócio do Acre precisa evoluir muito. Até então trabalhávamos apenas com gado, até começar a entrar a cultura de milho, a de soja e agora arroz, e isso está sendo muito incentivado pelo atual governo que esteve no evento e sinalizou que pretende promover mais feiras com o mesmo modelo de negócio da Rondônia Rural Show”, explicou.

O Acre é um estado que tem uma exploração muito pequena de pasto. Uma pesquisa recente apontou que apenas de 3 a 10% é utilizado para plantio e para criação de gado. Léo Paschoal ressalta que o estado tem muito o que crescer e, que somado a isto, vem ao encontro deste desenvolvimento o projeto da ponte sobre o rio Madeira, facilitará o acesso ao porto de Porto Velho. “Isso deve diminuir o tempo e o custo das carretas no transporte da soja e outros grãos ao porto, o que vai privilegiar o Acre”, explanou.

LEILÕES

O CrediSIS Acre tem em seu portfólio de crédito um produto destinado exclusivamente à linha de leilões bovinos, com taxa de 0,80% e que atende tanto o pecuarista, quanto às empresas ligadas aos leilões, cujo objetivo é estimular a geração de negócio do setor que possui grande representatividade na economia do estado. “No último mês a cooperativa esteve presente em um megaevento deste segmento onde foram ofertados cerca de três mil animais”, confirmou Leo Paschoal.

É certo que com o crescimento da produção rural no estado, nós do CrediSIS CapitalCredi seremos parceiros e fomentadores também deste segmento, não esquecendo da responsabilidade socioambiental, característica do cooperativismo, que certamente contribuirá para o desenvolvimento de nossa região.

CrediSIS