Últimas

Detran fortalece ações na 39ª Expojipa 2018

A equipe da Divisão Regional de Educação de Trânsito de Ji-Paraná (DIVEDUC) firmou parceria com Associação Rural de Rondônia (ARR) para investimento em ações educativas e preventivas de educação no trânsito. Com ela, pais e filhos, que visitam a 39ª Expojipa – Exposição, Agropecuária, Industrial e Comercial de Ji-Paraná, realizada no período de 26 a 30 de setembro poderão prestigiar o espaço que será montado no Parque de Exposições Hermínio Victorelli e participar das atividades todos os dias.

O espaço que será montado, contará com pista com carrinhos elétricos; exibição de vídeos educativos com ênfase nos itens de segurança de condutores e pedestres; orientações sobre a travessia na faixa de pedestre;  uso de capacete e cinto de segurança; respeito ás leis de trânsito; utilização de cadeirinhas para crianças no banco traseiro; respeito aos limites de velocidade e cuidados com a falta de atenção para quem dirige utilizando o
aparelho celular ou acessando as redes sociais como facebook, whatsapp e instagram.

Durante a feira haverá uma programação bem interativa para os visitantes, em especial aos pais e filhos. “Nossa ideia é envolver todos que visitam nosso espaço. Não queremos que os pais deixem os filhos aqui e vão passear pelo parque. Queremos investir na formação de nossas crianças,mas não esquecendo que a participação dos pais é de fundamental importância nesse processo. As crianças são agentes multiplicadoras de conhecimento, e no momento certo elas puxam a orelha dos adultos, quando eles cometem infrações de trânsito”, ressaltou Ivete Alves, chefe da Diveduc.

Para edição desse ano, dois espaços serão montados: um para crianças e outro para os adultos. Todas ás ações realizadas seja com palestras; distribuição de panfletos educativos e materiais ludo pedagógicos tem por missão precípua, um trânsito mais seguro para todos.

“Nós da ARR estamos resgatando essa parceria com o Detran, porque entendemos e defendemos um trânsito mais seguro para todos. É propício aproveitarmos uma feira dessa grandeza para tratarmos de um assunto extremamente relevante para a população. A matemática é muito simples, quanto mais informações, menos acidentes nós teremos.
Por mais que seja uma feira voltada ao agronegócio, que atrai caravanas de varias
cidades,queremos sim, que o retorno de nossos visitantes sejam tranquilo e sem acidentes de preferência”, alertou Sérgio Ferreira, presidente da ARR.

ARR