Últimas

Fundação Cultural discute o papel da mulher na sociedade moderna


A Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Fundação Cultural, realiza 22 ações durante o 'Março Laranja' para discutir a figura da mulher na sociedade moderna. As ações tiveram inicio na segunda-feira com a primeira Mostra de Cinema da Mulher no Teatro Dominguinhos, no centro da cidade.

O Março Laranja é uma iniciativa da Prefeitura de Ji-Paraná acompanhando o movimento mundial e crescente nas regiões sul e sudeste que discute o Enfrentamento da Violência contra a Mulher. "A violência não é só física, é também psicológica e muitas das vezes imposta pela mídia com seus padrões de estética", afirma a presidente da Fundação Cultural, Keila Barbosa. As três primeiras exibições foram sucesso de público e oportunizaram discussões sobre a mulher e suas conquistas. A Mostra segue até sexta-feira no Teatro Dominguinhos e de 12 à 16 de março será apresentada na UNIR/Ji-Paraná.

As ações continuam no dia 14 com a apresentação de fragmentos do espetáculo de Ballet Poetas da Cor, no Teatro Dominguinhos. No dia 16 também no teatro acontece o Circuito Soma - Som de Músicas Autorais de sete bandas do Estado de Rondônia. A presidente Keila Barbosa confirmou o Circuito Reflexivo entre 19 e 22 de março, no teatro com a participação de mulheres de destaque na sociedade, e que ocupam cargos estratégicos e exemplares em suas funções. Serão abordados temas como a Violência e a Sexualização Precoce, Assédio Moral no ambiente de trabalho, mulher empreendedora e a mulher no espaço acadêmico.

A programação da Fundação Cultural continua no dia 27 com o Sarau "Mulher na Literatura" e termina no dia 29 com um tributo a Elis Regina. Durante todo o mês de março os espaços coletivos de Ji-Paraná terão intervenções urbanas com o grupo teatral Celeiro Cultural, sempre discutindo a transformação e valorização da mulher. Na segunda-feira o público assistiu o filme As Sufragistas, na terça Zuzu Angel, e ontem O Sorriso da Mona Lisa. As apresentações acontecem no Teatro Dominguinhos com entrada franca, sempre a partir das 19h30. Hoje o público vai assistir ao filme Elis e na sexta-feira Terra Fria. Ao final de cada apresentação o público faz uma reflexão de aproximadamente 15 minutos, atualizando informações e inserindo as conquistas e avanços no cenário atual.

Decom


-