Últimas

Centro de Convenções já tem projeto concluído, diz Seplan


Ao contrário das severas críticas em Ji-Paraná na segunda semana deste mês, sobre a falta de investimentos no município, entre os quais, a construção de um centro de convenções, um anúncio foi feito. O secretário de Planejamento do município, Pedro Cabeça, informou que o projeto para a execução da obra, já foi concluído, faltando somente a aprovação de um laudo pelo Corpo de Bombeiros. A obra está orçada em R$ 60 milhões, recurso este que precisa ser garantida através de uma emenda parlamentar de bancada.

De acordo com Pedro Cabeça a elaboração do projeto foi através de recurso na ordem de R$ 292 mil, proveniente de emenda parlamentar da deputada federal Marinha Raupp, mais contrapartida da prefeitura de R$ 12 mil. “Estamos com o projeto praticamente concluído. Agora, vamos trabalhar na conquista do dinheiro para a construção dessa importante obra que contemplará não somente Ji-Paraná, mas toda a região central do Estado”, declarou.

A construção do Centro de Convenções de Ji-Paraná é um antigo sonho dos empresários. Atualmente, a cidade conta com poucas opções para a realização de importantes eventos. O parque de exposições Hermínio Victorelli de propriedade da Associação Rural de Rondônia abriga a Exposição Agropecuária, Comercial e Industrial de Ji-Paraná (Expojipa), Dia do Bem, Feira da Pechincha da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), shows musicais. Com exceção da Expojipa, Rondoleite e de shows musicais, todos os demais eventos e novos outros poderiam ser realizados no centro de convenções, caso o município já tivesse um.

O vice-presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Ji-Paraná, Elias Pereira falou da importância da construção do Centro de Convenções para a cidade. Para ele e toda a diretoria, é preciso empresários e políticos se unir em busca do recurso necessitada para a edificação da referida obra. Hugo Araújo, presidente da Associação Comercial e Industrial de Ji-Paraná (Acijip) também tem o mesmo pensamento.

“Já passou da hora do nosso centro ser construído. Estamos no centro do Estado, ou seja, o município mais centralizado que oportuniza todas as facilidades para a realização de qualquer tipo de evento. Precisamos nos unir, reivindicar com mais intensidade, conclamar os nossos representantes em Brasília para conseguir esses recursos, já que financeiramente, a prefeitura não reúne as mínimas condições de construir sozinha”, declarou Araújo.

Pelo projeto, o Centro de Convenções deverá ser construído às margens da BR-364, sentido ao município de Presidente Médici, mais precisamente, em frente ao parque de exposições Vandecir Rack, área pertencente a prefeitura de Ji-Paraná.

Por J. Nogueira
Diário da Amazônia