Últimas

Prefeitura discute implantação de Central de interpretação para atender Surdos

A Prefeitura Municipal iniciou ontem as tratativas com a Associação dos Surdos de Ji-Paraná para implantação na cidade da primeira Central de Intérpretes de Língua Brasileira de Sinais (Libras) do Estado.

A reunião foi realizada entre o Prefeito Jesualdo Pires (PSB), vereador Jhony Paixão (PRB), Secretário de Desenvolvimento, Ari Saraiva, o presidente da Associação de Surdos de Ji-Paraná, Ronaldo Oliveira Veloso, membro da Associação, professores de Libras e Intérpretes.

A central especializada é um ambiente de atendimento, composto por profissionais intérpretes e tradutores que oferecerão serviços de mediação e interlocução entre pessoas surdas e o atendimento de qualquer serviço público instalado na cidade.

Com a implantação da Central, o usuário solicita que um intérprete de Libras ou guia-intérprete, se desloque até o serviço público em que ele precise de atendimento. O solicitante se comunica na língua de sinais com o intérprete, que faz a interpretação simultânea para o atendente do estabelecimento e vice-versa. Como por exemplo, uma consulta médica. O profissional da central de Libras acompanhará o surdo e intermediará a conversa entre o médico e o paciente.

Outros serviços que poderão ser oferecidos é a tradução simultânea de eventos públicos e o guia para ligação telefônica, quando o solicitante se dirige até a Central para que um intérprete o auxilie, por exemplo, em uma ligação telefônica que precise ser feita para um órgão.

O presidente da Associação dos Surdos, Ronaldo Veloso, disse que a implantação desta central em Ji-Paraná será de extrema importância para auxiliar aqueles que precisam de apoio, porque é um serviço público que irá auxiliar em entrevistas de emprego, consulta médica, audiência pública, Boletim de Ocorrência ou em qualquer situação e local que precise de um intérprete.

O prefeito Jesualdo Pires ressaltou que a Central de Interpretes é uma experiência que já está dando certo em vários outros Estados e que já autorizou o Secretário de Desenvolvimento, Ari Saraiva, a implantar o serviço em Ji-Paraná. “É uma ideia barata e simples, mas com grande importância social. Vamos envolver a Secretaria de Educação e a Assistência Social neste projeto, para implantarmos uma Central de Interpretes aqui em nossa cidade”, anunciou Jesualdo.

O vereador Jhony Paixão garantiu todo o apoio do Poder Legislativo para implantação do projeto. O vereador é um dos entusiastas pela implantação da Central de Interpretes em Ji-Paraná. “Tenho certeza que conseguiremos oferecer um serviço de qualidade e que atende as necessidades de inclusão social dessas pessoas”, concluiu Jhony.