Últimas

Prefeitura de Ji-Paraná leva vacina para idosos acamados


Cerca de 600 idosos que têm dificuldades de locomoção já foram imunizados contra a gripe em Ji-Paraná. A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), está realizando visitas aos idosos que não conseguem ir até os pontos de vacinação que estarão  montados a partir de segunda-feira (30).

A vacina contra a gripe será iniciada na próxima semana com 16 locais de vacinação como escolas estaduais e municipais distribuídas pela cidade. O público alvo estabelecido pelo Ministério da Saúde são os idosos, a partir de 60 anos.

Para facilitar a imunização dos idosos acamados e com dificuldade de locomoção, as equipes com enfermeiros, técnicos de enfermagem e agentes comunitários de saúde estão indo até às residências para oferecer as doses contra a gripe. A iniciativa faz parte do trabalho Programa Estratégia Saúde da Família (ESF), que realiza periodicamente atendimento nas residências das pessoas doentes.

Seu João Miguel de Souza, morador do bairro São Cristóvão, ficou feliz quando viu a equipe na porta de casa. "Nossa, fiquei contente demais. É muito bom contar com essa assistência. Eu estou muito doente e minha esposa está com a perna quebrada. Receber a vacinação em casa é muito importante nesse momento" falou o aposentado.

A enfermeira Lúcia Borba Correia Soares trabalha na Unidade Básica de Saúde Dois de Abril e faz parte da equipe de vacinação. Ela explica que a vacinação dos acamados é uma ação de rotina que o município realiza todos os anos em época de campanha contra a gripe.

"É um trabalho muito importante pois conseguimos levar até os acamados a proteção específica contra a doença. São pessoas que estão acamadas, cadeirantes ou foram vítimas de AVC que a família não tem condições de levar até um posto. Fazemos um levantamento dessas pessoas e fazemos as visitas. Ajudar a fortalecer a imunidade deles é muito gratificante para nós", ressaltou.

A coordenadora do Programa Estratégia Saúde da Família, Marlene Alencar, lembra que a Campanha de Vacinação Contra a Gripe não será realizada nas UBS, para que não haja aglomeração e para que as unidades atenda com tranquilidade as pessoas com sintomas da COVID-19.

"É uma estratégia importante para preservar os idosos e profissionais da saúde. Os locais de vacinação definidos são mais arejados e com condições de evitar a aproximação dos idosos, que devem ficar a uma distância de uns dois metros na fila", enfatizou Marlene.

Dona Terezinha Vieira Gomes, de 65 anos de idade, gostou de receber a dose em casa por conta da facilidade. "Estamos ficando somente em casa para nos protege no Coronavírus. Por isso fiquei tão feliz em receber a visita das vacinadoras. A gente sabe que essa vacina não protege desse vírus, mas vai nos proteger da gripe", disse contente.

O aposentado José Joaquim Ferreira agradeceu a visita da equipe de vacinação. "Eu fico muito grato. Eu tenho um sério problema nas minhas pernas e tenho muita dificuldade de ir até um posto de saúde" disse satisfeito.

Assessoria