Últimas

Famílias podem ter benefício bloqueado pelo Governo Federal

Com objetivo de diminuir a desnutrição, obesidade, manter cartão de vacina em dias e incentivar o pré-natal em gestantes, a Prefeitura de Ji-Paraná, por meio do Núcleo de Apoio e Informação Bolsa Família da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), faz última chamada aos usuários do Programa Bolsa Família para o acompanhamento de saúde obrigatório.

O atendimento preventivo em saúde é realizado duas vezes por ano, conforme determina o Governo Federal como condicionalidade para que essas famílias continuem recebendo os benefícios.

Neste primeiro acompanhamento do ano, das 4.529 famílias cadastradas, 70% delas compareceram ao Núcleo de Apoio para cumprir com as obrigações. “Temos sempre que lembrar aos usuários que o não comparecimento terá como consequência a suspensão dos benefícios pelo Governo Federal”, disse o coordenador do Núcleo, Oziel Malheiros.

O local de atendimento é ao lado da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), localizado na Avenida Marechal Rondon, nº 1380, bairro centro, anexo à Farmácia Básica. O horário de atendimento é das 7h30 às 13h30, de segunda à sexta feira.

            As famílias são acompanhadas com atividades como a verificação do peso, altura e análise de estado nutricional; verificação de cartão de vacina, cartão pré-natal; distribuição de vitamina A, hipoclorito de sódio 2,5%, preservativos e panfletos informativos da saúde.

            As famílias são acompanhadas com atividades como a verificação do peso, altura e análise de estado nutricional; verificação de cartão de vacina, cartão pré-natal; distribuição de vitamina A, hipoclorito de sódio 2,5%, preservativos e panfletos informativos da saúde.

Decom