Últimas

Clínica Cirúrgica é inaugurada no Hospital Municipal

Foi entregue hoje (01/04), no Hospital Municipal Claudionor Roriz, a Clínica Cirúrgica Ala B – Ortopédica. O local atenderá pacientes de Ji-Paraná e outros 17 municípios de Rondônia, que passarem por procedimentos cirúrgicos ortopédicos.

Participaram da entrega do prédio o prefeito de Ji-Paraná, Marcito Pinto (PDT), a secretária municipal de saúde, Guaraciaba Teixeira, o diretor do Hospital Municipal, Rafael Papa, o diretor da clínica cirúrgica, William Codeço, o assessor jurídico do Conselho Municipal de Saúde, Jacinto Dias e os vereadores Izaías Arnica (PSB), Lorenil Gomes (PTB), Edilson Vieira (PMDB) e Ida Fernandes (PV).

A obra recebeu o investimento de R$ 287 mil de emenda parlamentar do secretário municipal de governo de Ji-Paraná, Carlos Magno, quando era deputado federal, e R$ 259 mil de contrapartida da Prefeitura. Total de R$ 546 mil na construção e aquisição de equipamentos e mobiliário.

O novo prédio é todo climatizado e conta com seis quartos, 24 leitos, posto de enfermagem, sala para expurgo, rouparia e uma central de medicação. Já está toda mobiliada com 24 poltronas para acompanhantes, camas e equipamentos.

Com a nova ala, o Hospital Municipal terá capacidade para aumentar o número de cirurgias eletivas. Todos os meses aproximadamente 250 cirurgias de grande porte são realizadas. Desse número, 150 são ortopédicas.

“Os leitos darão suporte para o Centro Cirúrgico. Teremos agora condições de aumentar o número de cirurgias e diminuir o tempo de espera dos pacientes. É um investimento importante entregue à população de Ji-Paraná. Estamos trabalhando para melhorar as condições de saúde no município”, ressaltou o prefeito Marcito Pinto.

De acordo com a secretária municipal de saúde, Guaraciaba Teixeira, a Clínica Cirúrgica será usada apenas pelos pacientes que fizerem procedimentos ortopédicos, o que dará mais espaço na atual clínica onde são atendidos os pacientes que realizam outros tipos de cirurgias.

“Nós temos uma grande demanda de cirurgias ortopédicas em Ji-Paraná. Atendemos principalmente homens, que na maioria das vezes são vítimas de acidentes de trânsito e precisam passar por procedimentos cirúrgicos ortopédicos. Aqui, normalmente acaba a pressa das pessoas que se envolvem nos acidentes”, disse a secretária de saúde.

O diretor do HM, Rafael Papa, ressaltou o grande esforço que a Prefeitura tem feito para atender a grande demanda de Ji-Paraná e os 17 municípios da Região Central do estado.

“Boa parte dos pacientes atendidos no centro cirúrgico de Ji-Paraná é de outros municípios como Jaru, Ouro Preto e Presidente Médici. Nós atendemos aqui apenas casos de média complexidade. Atendemos os casos de urgência e emergência e estabilizamos o paciente. Se a cirurgia forte de média a alta complexidade, a obrigação é do Estado. Por isso, esses pacientes são encaminhados para o hospital regional de Cacoal onde farão as cirurgias eletivas”, explicou.

Decom