Últimas

Entidades de Ji-Paraná são beneficiadas com recursos da Justiça do Trabalho

Com representantes de diversas entidades do município, o evento realizado na Creche Grilo Falante no bairro Novo Ji-Paraná, foi realizado na quadra coberta inaugurada nesse dia 22 de fevereiro. Além da quadra, a entidade também reformou e ampliou o seu refeitório,

Criada em 2000, logo após a invasão da área que pertencia ao antigo Colégio Agrícola, a Creche Grilo Falante tem enfrentado grandes desafios para se manter de portas abertas. Antes da destinação dos valores a diretora havia anunciado o fechamento de suas portas por falta de recursos. Com 75 crianças atendidas em um bairro com população de baixa renda, sua manutenção é feita com doações da população e empresários, além de recursos oficiais. Emocionada, a diretora  Angelita Pereira agradeceu a intervenção positiva do TRT, que destinou os recursos no montante de 64.200,00 reais, suficientes para a execução das obras.

Já Belmiro Barriviera, representante da APAE, expressou sua enorme alegria de ver realizado um sonho de quase 20 anos com a aquisição de um Chevrolet SPIN com 5 lugares. “A compra deste veículo é de enorme importância para a nossa entidade, pois há muito tempo planejamos  a compra de um veículo, agora com essa conquista poderemos servir melhor aos nossos alunos”. Frisou Barriviera. A instituição atende atualmente cerca de 280 alunos e recebeu 87.950,00 reais para a compra do automóvel.

Outra entidade assistencial atendida foi a Associação Casa de Nazaré criada em 2002 no bairro Boa Esperança. Segundo suas fundadoras o bairro foi escolhido devido a complexidade na área de Infraestrutura e a ausência das instituições oficiais para atender a população que é de baixa renda. A presidente Isabel Maia Galvão sabe do grande desafio para atender 175 crianças matriculadas com apenas doações da sociedade e poucos recursos oficiais. “Este valor recebido foi como uma obra divina, pois nos permitiu a construção, climatização e mobília de auditório e ainda a sala de vídeo, o que vai melhora em muito o nosso atendimento aos nossos alunos”. Enfatizou. Ao todo foram destinados 83.545, 98 para a instituição.

A Secretaria Municipal da Assistência Social recebeu 43.193,82 reais para o Projeto Construindo Laços Afetivos e Comunitários, que visa a ampliação do atendimento às crianças e adolescentes com brinquedos e materiais para recreação, Projeto Pipo e Fifi com 1.638 reais , à Biblioteca Cyro Escobar mais 8.260,50 para aquisição de livros infanto-juvenis e ampliação do Acervo total, já ao Centro Educativo Dom Bosco foram 13.288,12 destinados à compra de diversos itens para a prática esportiva.

O montante de 303.481,12 reais é fruto de um TAC firmado entre a Justiça do Trabalho de Ji-Paraná e o Frigorífico Tangará em 2009. Para o Juiz Titular da 1ª Vara do Trabalho Carlos Chagas, essas ações se revestem de importância ímpar, pois volta-se para atender a população dos bairros com menor Infraestrutura e pouca presença das instituições oficiais, sendo esse o papel de toda a sociedade e a Justiça do Trabalho de Ji-Paraná não deixa de cumprir com o seu papel social, estando aberta para as entidades que buscam firmar parceria com essa instituição.

De: Jairo Pereira