Últimas

CDL recebe certificado de Empresa Consciente

A separação dos documentos foi manual e contou com o apoio de toda a equipe do financeiro para que cuidadosamente pudessem desprender os documentos antigos e inutilizáveis daqueles que obrigatoriamente devem ser guardados por prazo indeterminado. No total foram quase 1 tonelada de papel colocados em sacos de lixo e destinados para a reciclagem. “Esse processo durou média de 06 meses. Ao mesmo tempo que íamos descartando os papeis antigos, aproveitamos para organizar o nosso arquivo em pastas e separados por assuntos”, acrescentou Francilene Seguro, coordenadora do Financeiro da CDL de Ji-Paraná.

Os documentos que foram descartados são desde a época de 1983, data da criação da entidade, em que se remetem a materiais de escritório, de construção até comprovantes de materiais de limpeza, de modo geral, irrelevantes para a atividade fim da entidade. Já os documentos como holerites, comprovantes de transação bancária, contratos de prestação de serviços e outros foram arquivados e estes deverão ser por tempo indeterminado. “Precisávamos organizar o setor e toda a documentação e reciclar os papeis antigos foi uma alternativa. Agora está mais fácil encontrar os documentos que de fato precisamos”, declarou Nayara Trindade, administradora da CDL.

Reciclagem

A equipe separou mais de 20 sacos de lixo abarrotados de papeis e destinou para a Cooperativa de Catadores de Materiais Recicláveis – COOCAMARJI para que pudessem ser reciclados. A coleta foi feita na própria entidade.

Um colaborador nosso acompanhou todo o processo desde o recolhimento na entidade até a trituração deles na cooperativa. “Fizemos questão de acompanhar e mesmo não sendo documento de importância, garantimos o sigilo das informações” frisou Francilene.

Certificação

A CDL de Ji-Paraná recebeu da Cooperativa de Catadores de Materiais Recicláveis – COOCAMARJI a certificação de empresa “Consciente”, por adotar esta iniciativa e preservar o meio ambiente, um a vez que o lixo seria descartado ao solo e levaria média de 03 a 06 meses para se decompor.

A atitude adotada pela equipe não só preservou o meio ambiente como também contribuiu para que os mesmos fossem transformados em novos e reinseridos na cadeia de consumo sem a necessidade de extrair mais recursos naturais.


CDL Ji-Paraná