Últimas

Cross Country Noturno será dia 08/07 na 38ª Expojipa

Os motores vão roncar em mais uma disputa eletrizante do Cross Country Noturno, realizado no dia oito de julho no Parque de Exposições Hermínio Victorelli durante a 38º Exposição Agropecuária, Industrial e Comercial de Ji-Paraná (Expojipa). O enduro será disputado em quatro categorias com mais de 60 pilotos de varias regiões do Estado.  A entrada será um quilo de alimento não perecível, que será doado a duas entidades: Lar do Idoso Aurélio Bernardi, que atende 80 idosos e a APAE de Ji-Paraná com atendimento a 300 pessoas com necessidades especiais.

“No ano passado o evento foi um sucesso, e em 2017 não será diferente. Já estamos alinhando todos os detalhes da segunda edição, que sem dúvida terá um público bem maior prestigiando o evento e muitas novidades no centro da arena. Ressaltando que o Cross Country Noturno acontece no mesmo dia da cavalgada oficial de abertura da Expojipa; de manhã cavalgada e a noite enduro de Motocross”, disse Sérgio Ferreira, presidente da Associação Rural de Rondônia (ARR).

No ano passado a coordenação do evento em parceria com ARR, construiu uma estrutura semelhante à de Campeonatos Nacionais, com muitos obstáculos e barreiras, que dificultaram a vida dos pilotos. As quedas foram inevitáveis, em compensação as disputas garantiram um verdadeiro espetáculo para o público presente. “Esse ano será bem melhor. O que deu errado na primeira edição nós vamos corrigir esse ano. Aqui os motores vão roncar e a adrenalina vai a mil. A premiação será em dinheiro para os vencedores. Já estamos mobilizando pilotos de todo Estado para a 2ª edição do Cross Country Noturno”, declarou Joel Pereira, coordenador do Cross Country Noturno.

A disputa será em quatro categorias: livre com motos de 200 cilindradas; over, qualquer tipo de moto e pilotos acima dos 40 anos; importada acima de 250 cilindradas e Nacional CRF com 230 cilindradas. “Já estamos trabalhando para a edição desse ano, que terá algumas mudanças, entre elas, a redução de obstáculos, já que os pilotos cansaram muito durante a realização das provas no ano passado. É claro que a disputa não será nada fácil, requer muita habilidade e resistência dos pilotos, pois obstáculos com barreiras, pneus, troncos e até carro velho não faltaram, declarou Vânio D’Lana, coordenador do Cross Country Noturno.

O enduro de Cross Country é uma tradição nas grandes feiras agropecuárias, a exemplo da Festa de Peão de Barretos (SP). No Brasil a modalidade está em plena ascensão. Depois de integrar o calendário Nacional como uma das maiores feiras agropecuárias do Norte do Brasil, o desafio agora é projetar o Cross Country Noturno de Ji-Paraná, e reunir a elite do motociclismo brasileiro.